ERRANTE

“São Paulo é errante, sempre mudando, esquecendo do seu passado. Vale para o Brasil, para o México, para o mundo”, afirma o mexicano Hector Zamora, apresentando o projeto “Errante” pelo Itaú Cultural, realizado no dia 09 de outubro, sob curadoria do arquiteto Guilherme Winisk.

Nas margens do Rio Tamanduateí, prómixo do Mercado Municipal de São Paulo, você encontrará uma imagem curiosa: árvores de grande porte estarão suspensas sobre o rio.

Postagens mais visitadas