A INVASÃO DO BRASIL

A Invasão do Brasil: Um Olhar Poético Sobre os Povos Indígenas, em Exposição fotográfica.  Mônica Nunes - Conexão Planeta.
EM 14 Imagens deslumbrantes, o Fotógrafo indigenista Renato Soares Revela uma ea cultura Beleza dos Povos de varias etnias na Exposição A Invasão do Brasil, na Biblioteca Alceu Amoroso Lima , em São Paulo, de 15 a 30 de abril. A Mostra, que Faz parte das celebrações Cabelo Mês em Que se celebra o dia dos Índios (19). 
a-Invasão-do-brasil-oca
"A ideia NÃO e Fazer Grandes Exposições em galerias, mas priorizar Como áreas Públicas, ir Paragrafo Como periferias Queremos Mostrar que existem Personagens -. Que chamamos de índios -., Que Tem Família Como QUALQUÉR hum de NOS Com Esse Trabalho, 'invadem' Índios os os Espaços Públicos, Exibindo o Que Tem de Mais lúdico. NÃO E, portanto, Uma Invasão agressiva, mas Uma Invasão poética ".
O Projeto da Exposição, Que Tem o Apoio da Prefeitura de São Paulo, comeca na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, mas Contempla Uma utilização NÃO Então de Bibliotecas, mas também de parque urbanos, Praças e Espaços Públicos (a Programação AINDA NÃO ESTÁ Definida), com o intuito de disseminar a cultura de dos Ancestrais Povos Indígenas, que aqui Viviam Antes da chegada de Cabral. E Como se Os Índios iniciassem Uma Retomada Pacífica (e Artística) de Seu Território.
a-Invasão-do-Brasil-Exposição-renato-soares
Como fotos revelam Uma riquíssima Diversidade e cultural Étnica Desses Povos. Lá estao a dança do Toré dos Pankararu, flautas Como uruá do Alto Xingu, Os cantos NÃO Pátio das circulares Aldeias Krahô, a Conversa em torno da fogueira e Os rituais Funebres dos Bororo Orientais e Os ritos Femininos das Yamurikumã, Entre OUTRAS Riquezas.
Nos ano 80 o Fotógrafo indigenista Renato Soares descobriu SUA paixão Pelos índios. E, DEPOIS de Muito Viajar Pará Tribos e Conhecer Mais uma SUA cultura - sentindo-se sempre Muito à Vontade na companhia de quaisquer etnias -, decidiu dedicar-se Ao registro de Seu cotidiano Paragrafo Torna-lo Mais Próximo do Público, Como também Chamar a Atenção Deste Paragrafo SUA importancia e fragilidade Diante da Voracidade da Nossa Civilização. Criou, ENTÃO, o Projeto Ameríndios do Brasil resgata, que ", Por Meio da Imagem, ESSE Personagem Que se Encontra enraizado em Nossa alma, SEUS rituais Que atravessaram o ritmo e SUAS Histórias Que nsa levam a Um Mundo, Por vezes, Muito AINDA Desconhecido ", ELE ressalta.
a-Invasão-do-brasil
O Projeto preve o registro fotográfico das 305 etnias brasileiras - São 270 Línguas Diferentes! - Em Todo o Brasil. "É o Trabalho de Uma vida Inteira", Destaca o Fotógrafo e documentarista que Já Chegou a Passar hum ano imerso na cultura de algumas Tribos, e Hoje mergulha em SUA cultura POR Três um meses Quatro, longe da Família e de São Paulo, Onde vive.
Tambem Faz parte de SUA MISSAO índios com OS conscientizar brasileiros OS Sobre a importancia de Protege-los e Preserva-los e Nunca explora-los. Por ISSO, ELE respeita Seu Direito de uso de Imagem. ASSIM, 30% do valor de Tudo Que comercializa - Relacionado aos Índios - E Deles. "E UMA forma de reconhecer SEUS DIREITOS e Fazer Com que hum FOTOGRAFIA tenha valor agregado. Dessa forma, ELA Ganha Atuação Já Sociais Ajuda que Como comunidades", finaliza.
Uma nota:
A Invasão do Brasil, de Renato Soares
de Dados: 15 a 30/4/2016 - Grátis
Horário:. 2a a 6a, das 10h às 19h / Sábados, das 9h 16h como ..
Local: A Biblioteca Alceu Amoroso Lima - Avenida Henrique Schaumann, 777, São Paulo / SP. 

Postagens mais visitadas