A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!

Petição para cada ser humano e autoridades máxima de cada PAÍS do PLANETA TERRA!
Principalmente a todas as igrejas que se dizem ser representante de CRISTO e tampam os seus olhos, negam a nossa existência. Não conheço uma igreja hoje no Brasil e no mundo em estejam orando e intercedendo por nós!
Aos pastores dessa terra em nome de “ÑANDE RU” de leiam “JEREMIAS 5” e vejam o que “Deus” em nome de JESUS CRISTO, fará com o profeta deste século, não importa a sua religião pois, Deus não é religioso e abomina os Doutores da Lei!
Esta é a palavra de Deus: O céu e a terra passarão, mas a minha palavra vou cumprir em nem o til se perderá!
Será que o povo de Deus se tornou covarde? Ou simplesmente vão consentir e lavar as mãos, preferindo ser filho de Pôncio Pilatos e não o Filho de Deus.
Portanto, nos povos os indígenas AVA GUARANI, escravo em seu próprio território e escravo do sistema.
Apela a cada um de vocês contra construção de 7 barragens no Paraná que serão construídas nas terras indígenas e contra a remoção dos MBYA GUARANI da ilha da Vontinga, Aldeia Pindoty (17 famílias) e aldeia Sambaqui do Guaraguaçu (4 famílias) supostamente em prol do progresso.
Prezados terráqueos, as vossas assinaturas não tem sentido, nem valor e nem os vossos juramentos na justiça Divina, pois, assim diz o Deus ÑANDERU:
Por cada árvore cortada “Os índios” A população pagará por este crime com o seu sangue e nada servirá mesmo que consiga 70 bilhões de vezes, 7 assinaturas. Assim dize a boca de Deus!
Atualmente tem 17 famílias no total de 62 pessoas, esta grande árvore “Os guardiões da Florestas” O Brasil esta matando pouco a pouco de uma forma sutil e macabro através da Funai, tirando-lhes as suas casacas de uma forma sutil, hoje encontram-se ilhados sem poder sair da ilha, estão sendo mortos por asfixia alimentar (negando-lhe o que é mais sagrado, a comida, falta remédio, saúde, educação e está a ponto para serem expulso da sua área, pois, o Brasil considera a terra da população indígena devoluta e pertence a união, e que os povos originários são uns atrasos para o progresso, onde o artigo 231 no seu parágrafo 4 diz: “As terras que trata este artigo são inalienáveis e indisponíveis, e os direitos sobre elas imprescritíveis”. QUE GRANDE MENTIRA. Como a reunião de COPENHAGUE e as vossas assinaturas, informo-lhe com muito pesar meus caros senhores desta terra de vale de lágrima, não pretendo tampar o sol com a peneira. Deus atenderá as vossas assinaturas, nem as vossas súplicas e todas as promessas que fizerem enquanto manterem obra de genocídios contra um povo inocente que não podem se defender, toda terra sofrerá as conseqüências por esse delito.
Terra Indígena Pindoty é formada por duas ilhas, a da Cotinga e a Rasa da Cotinga, totalizando 1.701,20 ha.
Localização: A Ilha da Cotinga está situada a 2 km a leste da cidade de Paranaguá, em frente à foz do Rio Itiberê.
FONTE: EMBRAPA
Endereço: Estrada da Ribeira km 111 – CP 319
Rodigheri /
Fone / Fax: (0**) 41 3675-5600
Ivar Wendling / Maria Augusta Doetzer Rosot / Patrícia
E-mail: sac@cnpf.embrapa.br
Para reclamações e sugestões Fale com o Ouvidor: www.embrapa.br/ouvidoria
Nunca houve uma razão tão forte para você participar, portanto, SOLICITAMOS QUE ESTA mensagem seja entregue a cada ser humano e para os chefes de estado do planeta para garantir a segurança do planeta TERRA frente ao aquecimento global catastrófico de 2 graus, ou como queiram 5 graus, depende de cada um de nós.
Não percam tempo comece a correr, não adianta assinar, assuma, arregace as mangas e vamos trabalhar contra a retirada da população indígena MBYA GURANI da ilha cotinga e contra as 7 barragens no Estado do Paraná.
Tupã Oporaiva
TA AÑETE!

Postagens mais visitadas