COMO A INDÚSTRIA DO FUMO ENGANOU AS PESSOAS?

O corpo e, principalmente, o cérebro, vão pedir nicotina. Não pensem que é fácil enganá-los com balinhas, drops, cenourinhas, etc. Eles sabem o que é a nicotina. Eles custaram um pouco, toleraram-na e agora só querem saber dela, digamos, a cada meia hora. Jorge Alexandre Sandes Milagres


Entre as décadas de 1920 e de 1950 não havia nenhum controle sobre a publicidade do cigarro. Então, por décadas, a indústria do tabaco utilizou diversos recursos da propaganda para dizer que “fumar é bom”. Blog da Saúde 


A exposição “Propagandas de cigarro – como a indústria do fumo enganou as pessoas”, foi tema no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, ligado à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP, no  Dia Nacional de Combate ao Fumo em 2011.
Icesp – Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Av. Dr. Arnaldo, 251 – Cerqueira César. BOL
A mostra reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel “vendiam” cigarros.

marlboroman
O actor norte-americano Eric Lawson (The Marlboro Man), que fumava desde os seus 14 anos, morreu dia 10 de janeiro de 2014, aos 72 anos com cancro no pulmão, fez anúncios para a Marlboro no final dos anos 70 e no início dos anos 80 do século passado, chegou também a participar numa campanha anti-tabaco na qual parodiava a sua própria figura nos anúncios da Marlboro. "Ele sabia que os cigarros o estavam a matar, mas não conseguia parar", contou a viúva. Também os actores de anúncios de tabaco David Millar e David McLean morreram, respectivamente, com enfisema pulmonar em 1987 e cancro no pulmão em 1995. Blogue do FireHead
cigarroimpotencia

Apesar de toda a informação existente, os principais dirigentes das indústrias americanas de fumo afirmaram perante um tribunal que acreditavam que a nicotina não gerasse dependência. Foram todos condenados por perjúrio, por mentirem diante da comissão do congresso americano: eles disseram "I believe that nicotine is not addictive (Eu acredito que a nicotina não provoque dependência)".



Postagens mais visitadas