DENTE DE LEÃO

Pedaço de pó de fadas, perfeição sem igual, que seduz pela leveza com que faz a nossa imaginação viajar. O vento acaricia e sem demora o destrói para emoldurar o céu num belo dia de sol. Olho com certa inveja, as pequenas plumas a flutuar, pois não têm destino nem hora para chegar. Flutuam a Deus dará até que no fim do arco-íris encontram o local ideal para uma nova vida começar. C.Jota – Artflorir
Planta da família das Asteraceae, também conhecida como alface-de-cão, alface-de-côco, amargosa, amor-dos-homens, chicória-louca, chicória-silvestre, coroa-de-monge, dente-de-leão-dos-jardins, frango, leutodonte, quartilho, radite-bravo, relógio-dos-estudantes, salada-de-toupeira, soprão, taraxaco, taraxacum, Taraxacum officinale.
O dente-de-leão, um dos remédios naturais mais versáteis, é um nutritivo legume de salada e um remédio desintoxicante para o fígado e os rins. Adorada pelos ervanários pelo seu suave efeito depurativo, a sua raiz é útil sempre que há algum tipo de toxicidade, incluindo em distúrbios dermatológicos crônicos e infecções recorrentes. Plantas que curam
Taraxacum-officinale
É considerada uma planta invasora de horta e jardim, medrando em campos, vales úmidos e sombrios. Possui grande vitalidade, rusticidade e é de fácil propagação. Adapta-se bem em vários tipos de solo e clima. A raiz se recolhe no outono, a folha em qualquer época e o capítulo floral antes de abrir.
Suco;
Sumo das folhas;
Rizomas;
Raiz pulverizada;
Raízes e folhas.
dente-de-leaocaseiros1
Distúrbios da função digestiva; diurético;
Distúrbios da função digestiva; diurético;
Afecções da pele do rosto; irritação dos olhos;
Reumatismo; artrite reumatoide; gota; dores musculares e da coluna; nevralgias; prostatites e contusões.
Falta de apetite, digestão lenta, mau funcionamento do fígado;
Retenção de líquidos, hipertensão;
Problemas dermatológicos.
t_officinale02

PLANTIO

Preferencialmente semeie no local definitivo da horta. Se semeadas em sementeiras e outros recipientes, o transplante deve ser feito assim que as mudas possam ser manuseadas. As sementes devem ser cobertas apenas por uma leve camada de terra peneirada ou de serragem. A germinação pode levar de cinco dias a três semanas.
Embora menos comum, o dente-de-leão também pode ser propagado usando pedaços de raiz.
O espaçamento entre as plantas pode ser de 35 cm. O dente-de-leão pode ser plantado em vasos, mas estes precisam ter no mínimo 30 cm de altura para a planta se desenvolver razoavelmente, pois a raiz primária desta planta cresce bastante, podendo ultrapassar a 1 m de profundidade quando cultivada no solo.
  • Contém várias vitaminas entre elas vitamina A, B6 e C;
  • É rico em minerais: cálcio, potássio, magnésio, cobre e ferro;
  • Possui insulina;
  • Possui pectina;
  • Possui mais vitamina A do que a cenoura;
  • Oferece riboflavina;
  • Possui tiamina.
  • Uma xícara do seu chá tem a mesma quantidade de cálcio presente em 1/2 copo de leite.

Postagens mais visitadas