BORBOLETAS

A borboleta no espiritismo – dentro da doutrina espírita, a borboleta é o símbolo da reencarnação. Como a reencarnação é considerada a evolução do ser, o regresso a vida em outro corpo, a transformação da lagarta em borboleta é o símbolo perfeito dessa crença da doutrina.
A borboleta e o renascimento – é o símbolo dos mistérios da nossa mente na psicanálise moderna, é o símbolo do renascimento do pensamento, da imortalidade.
A borboleta na mitologia grega – na Grécia antiga era a personificação da alma, representada como uma mulher com asas. A mitologia conta que quando alguém morria, a alma saía do corpo em forma de borboleta.
A borboleta na sabedoria asteca e maia –  era símbolo do Deus do fogo Xiutecutli, que tinha gravado em seu peito a “borboleta obsidiana”, que significa o sopro vital ou a alma da pessoa, que escapava de sua boca segundos antes de morrer.
A borboleta no Feng Shui – dentro do feng shui, a borboleta tem a simbologia semelhante a dos pássaros, significando a liberdade, a leveza, a busca pela felicidade, pelo paraíso. A borboleta também pode ser considerada como um símbolo da cura e do amor, pela leveza que esses sentimentos trazem às pessoas que os sentem.
A borboleta na sabedoria sino-vietnamita – essa cultura celebra a borboleta como símbolo da renovação, juntamente com o crisântemo. Pela borboleta significar a renovação da lagarta em outra forma de vida, e o crisântemo se transformar completamente durante o outono, quando perde suas folhas, eles juntos representam o poder de transformação e renovação. We Mystic
Símbolo da inspiração e motivações para transformar momentos difíceis em momentos de crescimento e de evolução. Atelie My Origami
Os Balubas e os Luluas do Kasai, do Zaire central, também associam a borboleta com a alma. Para eles, o homem segue o ciclo da borboleta desde sua nascença até sua morte. dicionario de simbolos
O bater das asas da borboleta invoca a palavra “panamá”. Conforme José Pedro Machado em seu dicionário etimológico, borboleta é a reduplicação em tom afetivo de “bellus” (“bonito”, “encantador”, em latim). Teríamos então “belbellita” (um diminutivo), que resultou em borboleta a partir do século XIV. Mas não há certeza completa sobre a origem do nome borboleta. Poderia vir do latim “papilio”, que era como os romanos a chamavam. Na língua portuguesa, o termo “panapaná” também é um substantivo coletivo para borboleta.

Postagens mais visitadas