CASAS FEITAS DE GARRAFAS DE PLÁSTICO

REFUGIADO CONSTRÓI 25 CASAS FEITAS DE GARRAFAS DE PLÁSTICO - VIVIMETALIUM
A soma de necessidade, talento, empatia e conhecimento, aliada a uma história pessoal de superação, fez do engenheiro Tateh Lehbib a perfeita encarnação do que de melhor a inteligência e a engenhosidade humana podem fazer.
Refugiado Saarauí – povo originário do saara ocidental, região ocupada pelo Marrocos desde a saída da Espanha, em 1976 – Tateh.


Cheias de areia e palha, as garrafas servem como tijolos, empilhadas uma sobre as outras, e depois cobertas por cimento e calcário pintado, para resistir ao intenso sol do deserto. Para construir a primeira casa, 6 mil garrafas foram utilizadas. Segundo o engenheiro, as casas custam um quarto do que custaria uma casa normal, e são 20 vezes mais resistentes.
Tateh irá reciclar cerca de 150 mil garrafas, criando assim não só um belo impacto ambiental positivo, como também gerando empregos – e inspirando outros a reproduzir seu modelo em outros locais.
Mesmo das situações mais adversas – ou principalmente delas – podem sair as soluções mais interessantes e positivas para problemas que parecem insolúveis, mas que melhoram com inteligência, educação e um bom coração. in: weweh

Postagens mais visitadas