Reclamar faz mal ao cérebro

“Sinapses que disparam juntas, se mantém juntas”, diz Donald Hebb, que é uma maneira concisa de compreender a essência da neuroplasticidade. Negatividade e reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca. Psicologias do Brasil

“Ao longo de seu cérebro há uma coleção de sinapses separadas por um espaço vazio chamado de fenda sináptica. Sempre que você tem um pensamento, uma sinapse dispara um produto químico através da fenda para outra sinapse, construindo assim uma ponte sobre a qual um sinal elétrico pode atravessar, levando consigo a informação relevante que você está pensando”, Steven Parton. Pitacos e Achados

Para evitar (ou reduzir) os danos, a coach Patricia Marinho, ensina as dicas e a “regra da água” para manter o otimismo em dia.

1- “Somos o resultado das cinco pessoas que mais nos relacionamos”;
2 -A palavra tem muito poder;
3- Esteja ao lado de pessoas que são altruístas e otimistas;
4- Reclamar é um hábito e, por isso, pode ser mudado;
5- Tente mudar o assunto sempre que quem reclama entrar em ação;
6- Se alguém reclamar do seu lado, não faça coro à crítica;
7- Mude de assunto sempre que se sentir arrastado pelas energias negativas do interlocutor;
8- Não tente chamar atenção da pessoa.
Pitaco: a regra da água
“Ande com uma garrafinha de água e toda vez que pensar em falar mal de alguma coisa, beba a água e segure o líquido na boca”, explica. “É uma dica que traz benefício à saúde do corpo e da mente”.
Comente e critique com sabedoria!

Postagens mais visitadas