Intoxicação alimentar

Intoxicação alimentar, ou gastrintestinal (gastroenterocolite aguda), é um problema de saúde causado pela ingestão de água ou alimentos contaminados por bactérias (Salmonella, Shigella, E.coli, Staphilococus, Clostridium), vírus (Rotavírus), ou por suas respectivas toxinas, ou ainda por fungos ou por componentes tóxicos encontrados em certos vegetais (comigo-ninguém-pode, mandioca brava) e produtos químicos. A contaminação pode ocorrer durante a manipulação, preparo, conservação e/ou armazenamento dos alimentos. Maria Helena - Revisora, trabalha desde o início do Site Drauzio Varella

https://goo.gl/images/TyqTt3

Os sintomas de intoxicação alimentar podem incluir vômito, náuseas, dor de cabeça e diarreia e podem durar até 8 dias. Além disso, a intoxicação alimentar pode causar cansaço extremo, fraqueza e desidratação, sendo por isso muito importante manter uma alimentação leve e sem gorduras e consumir muita água ou soro caseiro durante o dia, para evitar a desidratação. Tatiana Zanin - Nutricionista. tuasaude

Na maioria dos casos, a infecção bacteriana é a principal causa de intoxicação alimentar. Os diferentes tipos de Salmonella e o Staphilococus aureus são os mais frequentes, outra causa possível, é a infecção por um dos tipos da bactéria Clostridium que, em vez do intestino, ataca o sistema nervoso.

O paciente deve ter repouso e ingerir muito líquido. Nos casos de perda maior de líquidos e risco de desidratação, devem ser indicados medicamentos para controlar as náuseas e os vômitos, assim como ministrar a reposição de líquidos e sais por via endovenosa, no tratamento das infecções alimentares bacterianas inclui o uso de antibióticos específicos.

Além de ser importante ir ao médico se os sintomas piorarem ao longo dos primeiros três dias, é ainda recomendado ir ao médico se:

Surgirem vômitos ou diarreia avermelhados;A febre passar os 38 º C;Existirem sinais de grande desidratação como boca muito seca, sede excessiva, fraqueza, dor de cabeça e tonturas.

Grávidas, idosos, pessoas debilitadas e crianças devem consultar o médico assim que os primeiros sintomas de intoxicação surgem, pois são mais sensíveis e geralmente apresentam sintomas mais graves, se os sintomas piorarem ao longo dos primeiros três dias, recomendado-se ir ao médico:

Surgirem vômitos ou diarreia avermelhados;
A febre passar os 38 º C;
Existirem sinais de grande desidratação como boca muito seca, sede excessiva, fraqueza, dor de cabeça e tonturas.

Postagens mais visitadas