Débora Garofalo, Educador Nota 10

A professora paulistana Débora Garofalo é uma das dez finalistas do Global Teacher Prizeda Varkey Foundation, associada à Fundação Victor Civita no Prêmio Educador Nota 10. Em 2014, percebendo a carência dos estudantes na área da tecnologia, candidatou-se para lecionar Informática Educativa para crianças do 1º ao 9º ano e, com recursos próprios, aprendeu a transformar lixo em protótipos de sucata. Daí nasceu a ideia de aliar sua disciplina à urgência local de combate às enchentes, em uma região marcada pela pobreza.

Para a escolha do vencedor, que será anunciado no dia 24 de março, em Dubai, o comitê de premiação leva em consideração o emprego de práticas educacionais escalonáveis, inovadoras, que tenham resultados visíveis, causem impacto na comunidade, melhorem a profissão docente e ajudem os alunos a tornarem-se cidadãos.

A revelação dos dez finalistas foi feita em vídeo pelo ator Hugh Jackman. “Quando eu era criança, eu queria ser vários super-heróis. Mas agora eu posso dizer, de onde estou, com toda minha experiência, que os verdadeiros super-heróis são os professores. São eles que mudam o mundo”, relatou Jackman, que interpretou Wolverine no cinema. veja



Robótica com Sucata Livre, é possível trabalhar a robótica sem o Kit especializado, através da resolução de problemas, reciclagem de materiais, reutilização e redução de lixo, criatividade, inventividade e muita mão na massa! Convido a conhecerem um pouco desse trabalho, que mudou a realidade da minha escola e pode também inspirá-lo! Aprendizagem Criativa

O projeto ROBÓTICA SUCATA foi desenvolvido e estruturado para transformar a vida de crianças e jovens da periferia de São Paulo e traz ao palco a construção de utensílios reciclados do lixo retirado das ruas de São Paulo como forma de mediar a construção de conhecimento de conteúdos curriculares, de eletrônica e de robótica. O trabalho é organizado para mobilizar uma prática pedagógica e formativa, que incentive a aprendizagem do aluno pela sua criatividade e o estimula a experimentação de ideias e exploração de pesquisas para propor soluções locais à comunidade. Débora Garofalo


O resultado do projeto se dá em números. Na escola em que Débora trabalha, diminuiu 93% a taxa de evasão dos alunos. Houve também redução de 93% da taxa de trabalho infantil dos estudantes. Além disso, ao menos uma tonelada de lixo foi retirada das ruas.StartSe

O Global Teacher Prize será anunciado no dia 24 de março, em Dubai, nos Emirados Árabes. O vencedor leva um prêmio de US$ 1 milhão. Débora Garofalo é a única sul-americana entre os dez finalistas da premiação. João Ortega


Comente e critique com sabedoria. E seja feliz!!!

Comentários

Postagens mais visitadas