Essênios, eventos externos

Desde as eras mais remotas da Antigüidade existe um ensinamento notável que é universal em sua aplicação e eterno em sua sabedoria, ele foi transmitido na sua forma mais pura pelo essênios, misteriosa irmandade que viveu durante os dois ou três últimos séculos antes de Cristo e no primeiro século da Era Cristã junto ao Mar Morto, na Palestina, e junto ao Lago Marótis, no Egito. Na Palestina e na Síria, os membros da irmandade eram conhecidos como Essênios e, no Egito, como Terapeutas, ou curadores. A parte esotérica do seu ensinamento pode ser encontrada na Árvore da Vida, nas Comunhões e na Paz Sétupla. O ensinamento exotérico, ou externo, aparece no “Evangelho Essênio da Paz”, no “Gênesis, uma interpretação essênia”, em “Moisés, o Profeta da Lei” e no “Sermão da Montanha”. Jayme Fucs Bar
Em todas as suas atividades expressavam um amor criativo. Eles enviavam para fora curadores e mestres, escolhidos entre os membros da irmandade, entre os quais figuraram Elias, João Batista, João, o Bem-amado, e o grande Mestre essênio, Jesus.
Jesus interpretou-o na sua mais sublime e bela forma nas sete Bem-aventuranças do Sermão da Montanha. Os essênios viviam nas margens de lagos e rios, longe das cidades, grandes ou pequenas, e praticavam um estilo de vida comunal, partilhando igualmente de tudo.
Parte dos ensinamentos externos, redigida em aramaico, conserva-se no Vaticano, em Roma. Parte, redigida em língua eslava, foi encontrada nas mãos dos Habsburgos, na Áustria, e, segundo se informa, trazida da Ásia no século XIII por padres adeptos do nestorianismo, os chamados nestórios, quando fugiam das hordas de Gêngis-Cã. Judaismo Humanista

Oração Quântica ou Efeito Isaías ou Manuscritos do Mar Morto como são chamados, são uma coleção de centenas de textos e fragmentos de texto encontrados em cavernas de Qumran, no Mar Morto, no fim da década de 1940 e durante a década de 1950. Foram compilados por uma doutrina de judeus conhecida como Essênios, que viveram em Qumran do século II a.C. Eu Sou Deus em Ação

Fonte: EDSON NOVAES

Comentários

Postagens mais visitadas