Efeito Borboleta

O efeito borboleta é um termo usado na teoria do caos para descrever como pequenas variações para uma coisa aparentemente independente ou condição (também conhecida como uma condição inicial) podem afetar sistemas grandes e complexos. O efeito borboleta é uma maneira de descrever como grandes sistemas contabilizados, como o clima, impossíveis de prever com precisão total, devido a existência muitas variáveis desconhecidas para rastrear. Mistérios do Universo
efeito%2Bborboleta%2B2

O famoso filme Efeito Borboleta (The Butterfly Effect, 2004) de Eric Bress estrelado por Ashton Kutcher é um bom começo para entrar em contato com a ideia, mas as raízes do fenômeno estão na ciência que estuda as relações entre ordem e desordem: a célebre Teoria do Caos.
A descoberta do Efeito Borboleta foi mérito de Eduard Norton Lorenz, um meteorologista, matemático e filósofo do MIT (Massachussets Institute of Technology). O ano era 1963, Lorenz insatisfeito com as previsões lineares de sua época, resolveu propor um modelo com equações não lineares, e criou um modelo de previsão com doze equações de taxas variáveis, que reproduzia os movimentos das correntes de ar na atmosfera, ao aplicar a simulação de previsão em longo prazo, o cientista se surpreendeu com os resultados, pois as mais insignificantes mudanças nos cálculos produziam efeitos tremendamente desproporcionais.
efeito borboleta guia completo exemplos praticos
Lorenz decidiu chamar sua descoberta de Efeito Borboleta, como relata um artigo de 2011 da revista do MIT, em 1972, ele publicou um artigo com o título “Poderia o bater de asas de uma borboleta no Brasil causar um tornado no Texas?”. Uma nova era do pensamento científico, que deixava a linearidade para trás em nome da complexidade dos fenômenos, mais tarde, o biólogo Robert May,  criou equações mais sofisticadas para a teoria, e o matemático francês Benoit Mandelbrot, que criou a geometria fractal. 


Em 1859, Charles Darwin publicou sua obra-prima A Origem das Espécies (Ediouro, 2004), onde mostrou que as espécies evoluem gradualmente a partir de um antepassado comum, baseada no conceito de seleção natural, em que os indivíduos mais aptos sobreviviam, enquanto os mais vulneráveis desapareciam.

Mas você sabia que o legado de Darwin inspirou crimes bárbaros dos nazistas? Darwin nunca tenha imaginado uma consequência tão bárbara de seus escritos, mas o Efeito Borboleta prova que não há controle sobre os desdobramentos do tempo.

Parece absurdo, mas em 1865 alguns pensadores duvidosos associaram a ideia de seleção natural ao conceito de eugenia, ou seja, uma teoria que supunha a criação de uma “raça humana superior” por meio da seleção genética de indivíduos, essa distorção chegou ao cúmulo por volta de 1934, nos programas de esterilização de pessoas consideradas “defeituosas” pelo regime nazista, como alcoólatras e deficientes físicos e mentais.

Comentários

Postagens mais visitadas