VIVIR DOS VECES




Singelo e delicado, Viver Duas Vezes, fala do afeto construído quando há pouco tempo, descoberto debaixo da rigidez do dia a dia, que transforma, seja ele descoberto quando for.

A aventura acaba culminando numa deliciosa descoberta de afinidades entre as geração, de parcerias até então improváveis, transformando a experiência do momento do envelhecimento para Emilio, do amadurecimento para Julia e de fascínio para Blanca (que é a estrela do filme com sua alegria de viver) em algo inesquecível. Cine Garimpo

Viver Duas Vezes

Viver Duas Vezes é o segundo longa original Netflix lançado no Brasil em 2020, o primeiro foi Todas as Sardas do Mundo. E é também o segundo falado em língua espanhola, já que o Todas as Sardas é mexicano e o Viver Duas Vezes, Espanhol. Dirigido por Maria Ripoll. Lucas Albuquerque - Cinem(Ação)

Há várias possibilidades de Viver Duas Vezes arrancar lágrimas e sorrisos. E caso tais reações venham, fica o convite ao espectador de se perguntar se o sentimento é genuíno ou parte de truques do filme. Será que você está se emocionando pelo tema ou pela forma como o tema é exposto?

Um típico road movie, sentimental e emocionante que apesar de não ter grandes pretensões conta com atuações magistrais da dupla de protagonistas. Dentro da devastadora dor que é uma doença degenerativa, aprendemos muito sobre o poder da reconciliação e na união de forças. Ikie Arjona - Deveserisso

Vivize-se: DOUTOR ESTRANHOOH MY GOD!A PRIMEIRA, A SEGUNDA E TERCEIRA TENTAÇÃO DE CRISTOSTAR TREKTURA SATANACINE BELAS ARTESPOEMA, POESIA E SONETO

Comentários

Postagens mais visitadas